Ajuda emergencial para jornalistas

 

 

Nossos colegas jornalistas estão sob ameaça em todo o mundo. Desde 1992, mais de mil jornalistas foram mortos e outros milhares são vítimas de agressão, intimidação, aprisionamento e perseguição.

Várias organizações fornecem suporte emergencial para jornalistas em perigo. As assistências variam de ajuda médica e legal à remover do país um jornalista que esteja sob ataque. Se você estiver em perigo, não hesite em entrar em contato – há ajuda disponível.

CPJ

CPJ – Committee to Protect Journalists: Baseado em Nova York, o CPJ opera o Programa de Assistência ao Jornalista, que fornece assistência legal, médica e de realocação para jornalistas em risco, junto com suporte para as famílias de jornalistas mortos e presos.

RSF

RSF – Repórteres sem Fronteiras: Com base em Paris, a organização fornece ajuda financeira para jornalistas e veículos de comunicação se defenderem, e para as famílias de jornalistas encarcerados. Confira a seção de Assistência e Serviços. Você também pode saber mais sobre seguros para freelancers.

Reporters Respond Free Press

Free Press Unlimited: Esta ONG holandesa possui o Reporters Respond, um fundo de emergência internacional que fornece assistência direta a jornalistas e veículos de informação. O grupo tem o objetivo de responder a requisições em até 24 horas. 

IWMF

IWMF – International Women’s Media Foundation: A IWMF providencia ajuda médica, auxílio para realocação e suporte legal para jornalistas mulheres freelancers ou contratadas em tempo integral que trabalhem em veículos impressos, televisivos ou online, em qualquer país. Candidatas empregadas por organizações cuja atividade principal não seja o jornalismo não serão consideradas.

lifeline-logo_color-394x230

Lifeline FundO fundo provê assistência financeira emergencial para grupos da sociedade civil sob ameaça ou ataque, incluindo organizações jornalísticas. Apoiada por 17 governos e fundações, o Lifeline oferece subsídios emergenciais de curto prazo para despesas como assistência médica, representação legal, monitoramento de processos, realocação temporária, segurança e reposição de equipamentos. A LifeLine levará em consideração o histórico de trabalho das vítimas em assuntos relativos a questões de direitos humanos ou democracia.

Media Defence
Media Defence: Baseado em Londres, a MDLI oferece ajuda para jornalistas, blogueiros e veículos independentes sob ameaça legal, e também fornece financiamento para organizações para assistência jurídica.

Rory Peck

Rory Peck Trust: Também com base em Londres, o Rory Peck Trust oferece apoio para jornalistas freelancers e suas famílias em todo o mundo, através do programa Assistência Freelance.

 

Taz

Rest and Refuge Fellowships oferece bolsas de estudos para jornalistas de países que sofrem com a guerra e outras crises. Patrocinado pela Repórteres sem Fronteiras e Taz Panter Foundation, o programa oferece viagem e residência por até três meses em Berlim.

O European Centre for Press and Media Freedom (ECPMF)  lançou um centro de apoio para mulheres que trabalham na mídia, onde elas podem informar sobre ataques que sofreram e buscar ajuda ou aconselhamento.


Você tem outras sugestões de recursos? Mande por e-mail para a gente e nós acrescentamos na lista.

Key Sources