Associação à GIJN

English

A participação na Global Investigative Journalism Network está aberta a organizações sem fins lucrativos, ONGs e organizações educacionais, ou equivalentes, que trabalham ativamente em apoio ao jornalismo investigativo e ao jornalismo de dados relacionado a investigações. Jornalistas individuais, a maioria das empresas com fins lucrativos e entidades governamentais não são elegíveis para participar.

O jornalismo investigativo é definido como apurações e reportagens regulares, aprofundadas e originais, geralmente envolvendo a descoberta de segredos e o uso massivo de registros públicos, com foco na justiça social e em fiscalização do poder. Para mais informações sobre isso, consulte o Centro de Recursos da GIJN.

A filiação à GIJN é feita por meio de solicitação e está sujeita à aprovação do Conselho de Diretores. Se você acha que sua organização se qualifica para a associação, preencha o formulário no fim desta página.

Para fins de filiação à GIJN, as organizações sem fins lucrativos mencionadas incluem empresas sem fins lucrativos e filantrópicas, trustes, ONGs, organizações educacionais, programas de jornalismo universitário ou organizações equivalentes em todo o mundo. A GIJN tem atualmente 211 membros em 82 países.

A associação à GIJN é limitada a:

  • Grupos que organizam jornalistas investigativos em associações e redes.
  • Organizações que patrocinam e/ou realizam reportagens investigativas originais, seja por meio de suas próprias plataformas de publicação ou em parceria com outros veículos, desde que o conteúdo publicado ou transmitido inclua um nível significativo de jornalismo investigativo original.
  • Grupos, centros e instituições que treinam jornalistas investigativos como parte significativa de sua atividade.

Os interessados devem fornecer comprovação de atividade significativa em apoio ao jornalismo investigativo por meio de treinamento, promoção, apoio, produção de reportagens, publicação ou transmissão de conteúdo investigativo. Como prova de que a organização está em atividade, a GIJN também demanda registro como instituição sem fins lucrativos, equipe com dedicação integral, um orçamento operacional e um site ativo.

Não há taxas para se associar à GIJN. Espera-se que as organizações membros participem efetivamente da GIJN e mantenham os mais altos níveis de profissionalismo jornalístico, incluindo precisão, independência, transparência e justiça no jornalismo que praticam e em outras atividades. As organizações membros são incentivadas a enviar sua equipe para as Conferências de Jornalismo Investigativo Global realizadas a cada dois anos.

Membros que não estejam mais em atividade ou que não mantenham altos padrões de jornalismo e de gestão sem fins lucrativos estão sujeitas à revogação da afiliação por maioria de votos do Conselho de Diretores.

O que GIJN oferece a seus membros

  • Votação para o Conselho de Diretores e para o local da Conferência Global;
  • Acesso preferencial a conferências, workshops e ao Help Desk GIJN;
  • Consultoria em questões de sustentabilidade, arrecadação de fundos, reportagens e tecnologia;
  • Divulgação do seu trabalho em vários idiomas;
  • Acesso a softwares gratuitos ou com desconto;
  • A chance de fazer parte de uma rede global que promove o jornalismo investigativo;
  • Apoio quando os membros estiverem sob ataque.

O que a GIJN faz

  • Publica guias de reportagem, dicas e histórias sobre os últimos acontecimentos no jornalismo investigativo e de dados, novos modelos financeiros e de relatórios e questões legais e de segurança.
  • Fortalece as redes investigativas ao conectar jornalistas online e pessoalmente. Com suporte de 211 organizações membros em 82 países.
  • Organiza as Conferências de Jornalismo Investigativo Global bienais. Desde 2001, trabalhando com nossos parceiros, GIJN reuniu mais de 8.000 jornalistas de 140 países.
  • Organiza a Conferência bienal de Jornalismo Investigativo Asiático e oferece suporte a conferências e workshops regionais na África, América Latina e em todo o mundo.
  • Treina jornalistas em todo o mundo em técnicas, ferramentas e recursos investigativos por meio de workshops, seminários, palestras, vídeos online e webinars.
  • Publica, diariamente, através de uma dúzia de feeds de redes sociais, em oito idiomas, conectando jornalistas investigativos em todo o mundo.
  • Publica as últimas novidades sobre jornalismo investigativo – dicas e ferramentas, guias, ótimas histórias, novos modelos e debates sobre o futuro do jornalismo de investigação. Nossos sites são vistos por pessoas em mais de 120 países diariamente.
  • Oferece um Centro de Recursos multilíngue e gratuito com uma grande variedade de dicas, tutoriais e vídeos sobre dicas de reportagem, bolsas, prêmios, financiamento, networking e muito mais.
  • Opera um movimentado Help Desk para pessoas com questões sobre jornalismo investigativo, com acesso a mais de 100 especialistas em jornalismo, organizações sem fins lucrativos, segurança, dados e muito mais. Desde 2012, nossa equipe atendeu a mais de 8.500 solicitações de assistência.
  • Divulga, em nosso calendário, eventos sobre jornalismo de ponta em todo o mundo, com mais de 50 listados a cada ano.
  • Concede o prêmio bienal Global Shining Light Award, para jornalismo investigativo feito sob ameaça e que tenha se destacado.

Pedido de adesão à GIJN

Para solicitar sua adesão à GIJN, acesse este link e preencha o formulário. A associação é decidida pelo Conselho de Diretores da GIJN, que se reúne três vezes por ano. Antes de se inscrever, certifique-se de que sua organização se encaixa em nossos critérios de associação: deve ser uma organização sem fins lucrativos ou educacional que trabalhe ativamente em apoio ao jornalismo investigativo e de dados.