Configurações de Acessibilidade

Tamanho do texto

Opções de cor

Monocromático Cor suave Escuro

Ferramentas de leitura

isolation Régua

Recursos

Temas

Ferramentas para redações: um novo guia da GIJN

Leia este artigo em

Ferramentas para redações

Ilustração: Sentavio, via Freepik.com

As redações de hoje enfrentam uma variedade de desafios de reportagem, desde opressão do governo e vigilância digital até fontes relutantes e um dilúvio de desinformação. Mas muitas também enfrentam obstáculos internos significativos relacionados ao funcionamento de sua organização, desde o gerenciamento do fluxo editorial e medição do alcance online até o acompanhamento de assinantes e proteção de dados críticos, entre outros.

Como resultado, a GIJN está publicando um novo guia de ferramentas para redações focado em ajudar os meios de comunicação a resolver suas necessidades administrativas. O guia foi produzido graças ao apoio da Google News Initiative. Foi elaborado e escrito por Talya Cooper, editado por Nikolia Apostolou e Reed Richardson, e ilustrado por Sentavio, via Freepik.com, com design de Chafiq Faiz. Inclui software e aplicativos úteis – muitos dos quais são gratuitos – para pequenas redações. Outras ferramentas incluem colaboração e gerenciamento de projetos, comunicação, compartilhamento de arquivos, contabilidade, SEO, engajamento do público, audiovisual, gerenciamento de conteúdo, gerenciamento de assinantes, design e visualização de dados, marketing e engajamento de redes sociais e e-mail, segurança de sites e gerenciamento de senhas.

Como introdução, compilamos uma lista das ferramentas do guia que auxiliam as redações em suas necessidades de segurança e criptografia de dados.

Este tópico é particularmente importante, uma vez que tanto empresas privadas quanto regimes repressivos têm colocado a imprensa como alvo mais do que nunca. Tudo o que os jornalistas fazem – desde enviar e-mails e mensagens de texto até digitar suas senhas – pode estar sendo monitorado. Pode parecer elaborado e demorado para muitos, mas escolher os aplicativos e softwares certos é crucial para proteger fontes bem como os próprios jornalistas.

Criptografia de E-mail

ProtonMail criptografa e-mails em trânsito e quando armazenados nos servidores do ProtonMail. Proton Mail usa criptografia Open PGP. E-mails são criptografados apenas quando enviados entre duas contas ProtonMail. No entanto, se estiver enviando uma mensagem externamente, você pode proteger a mensagem com senha e enviar a senha por meio de outros canais criptografados.

Custo: Contas individuais gratuitas incluem 500 MB de armazenamento.

Idiomas: 26 idiomas disponíveis, inclusive português.

Mensagens e comunicação

Element é uma plataforma de colaboração e mensagens criptografadas de código aberto de ponta a ponta.

Custo: Gratuito para indivíduos, os níveis para negócios começam com custo de US$ 2 por mês para até cinco usuários.

Idiomas: 25 traduções no momento.

Jitsi é um serviço de bate-papo por vídeo, com criptografia de ponta a ponta, gratuito e de código aberto. Sem criar uma conta, os usuários podem iniciar um chat de vídeo, no próprio navegador, para até 50 participantes. Ele também permite agendamento antecipado, compartilhamento de tela, anotações compartilhadas usando a ferramenta Etherpad e se integra com o Google e o Office 365.

Custo: Gratuito.

Idiomas: Interface disponível em 35 idiomas, inclusive português.

Signal, um serviço de mensagens criptografadas de ponta a ponta, de código aberto e disponível como um aplicativo para dispositivos móveis e desktop. Inclui chamadas criptografadas, mensagens que desaparecem, grupos e arquivos no Signal.

Custo: Gratuito.

Idiomas: Mensagens disponíveis em todos os idiomas.

Armazenamento em nuvem e compartilhamento de arquivos

OnionShare usa os serviços cebola (antigos serviços ocultos) do Tor para enviar dados de maneira direta e segura do computador do remetente para o destinatário.

Custo: Gratuito.

Compartilhamento de arquivos criptografados

O Sync criptografa arquivos durante o upload; a empresa não pode visualizar o conteúdo de um arquivo. Você pode usar e visualizar arquivos de uma interface da web e pode mover arquivos de uma pasta de seu computador que será sincronizada automaticamente com o servidor de backup.

Custo: 5 GB grátis; os planos de negócios começam em US$ 5 por usuário, por mês (mais de dois usuários) com 1 TB de armazenamento.

Idiomas: Somente inglês; armazenamento de dados com base no Canadá, mas disponível em todo o mundo.

Gerenciadores de senha

O 1Password obtém boas classificações pela transparência em torno de sua criptografia e sua disposição de se submeter a revisões regulares de terceiros. Notadamente, o 1Password tem um serviço chamado 1Password For Journalism, que permite que equipes de jornalistas acessem o aplicativo gratuitamente.

Custo: Atualmente gratuito para jornalistas.

Idiomas: Português, inglês, espanhol, alemão, francês, italiano, japonês, coreano, russo e chinês.

Os recursos do Dashlane são comparáveis ao 1Password – sem o recurso Modo Viagem – mas muitos usuários acham sua interface mais fácil e intuitiva. 

Custo: Plano gratuito limitado; os planos começam em US$ 3,99/mês para pessoas físicas e US$ 5 por usuário por mês para empresas.

Idiomas: Português, inglês, francês, espanhol, alemão, italiano, holandês, sueco, chinês, japonês e coreano.

KeePassXC é um gerenciador de senhas gratuito e de código aberto. KeePassXC é armazenado localmente no computador de um único usuário.  A natureza simples e offline da ferramenta reduz significativamente sua conveniência, mas minimiza o risco associado à transferência de dados pela web.

Custo: Gratuito.

Idiomas: Dezenas, inclusive português.

Redes Privadas Virtuais (VPN)

Uma regra fundamental dos serviços de rede privada virtual (VPN): não use uma VPN que não ofereça níveis pagos. Pesquisadores descobriram que, muitas vezes, os serviços VPN 100% gratuitos coletam secretamente os dados do usuário e estão repletos de malware. Especialistas também recomendam evitar os serviços VPN com base nos EUA, devido às restrições da Lei Patriótica (USA PATRIOT Act) do país. Sites como CNet, SafetyDetectives e Wirecutter mantêm recomendações atuais para VPNs.

Todos os preços neste guia são de 24 de junho de 2021 e em dólares americanos, a menos que seja especificado de outra forma, com Imposto sobre Valor Agregado (IVA) não incluso. O idioma listado é o idioma no qual a ferramenta está disponível. Onde as informações estavam prontamente disponíveis, observamos quaisquer limitações na disponibilidade geográfica de uma ferramenta.

Recursos adicionais

Guia Ferramentas para Redações

Guia da GIJN de Segurança Digital

Autodefesa digital para jornalistas


Talya Cooper é uma pesquisadora baseada em Nova York que trabalhou como arquivista do arquivo de Edward Snowden no The Intercept e como gerente de arquivo no StoryCorps. Ela é coautora, com Alison Macrina, de “Anonymity”, um guia de tecnologia de antivigilância e privacidade para bibliotecários.

Republique nossos artigos gratuitamente, online ou impressos, sob uma licença Creative Commons.

Repubique este artigo


Material from GIJN’s website is generally available for republication under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International license. Images usually are published under a different license, so we advise you to use alternatives or contact us regarding permission. Here are our full terms for republication. You must credit the author, link to the original story, and name GIJN as the first publisher. For any queries or to send us a courtesy republication note, write to hello@gijn.org.

Leia em seguida

undercover investigations tips GIJC23

O último recurso de reportagem: dicas para quando — e como — conduzir investigações infiltradas

Certas histórias exigem acesso ou informações que entrevistas, documentos ou dados não podem fornecer. Se um repórter tentou todas as outras opções e ainda precisa daquela informação secreta ou gravação que só uma pessoa que tem informações de dentro pode obter, em algumas circunstâncias ele pode considerar se infiltrar. Confira dicas dadas durante a GIJC23.